:: Flu ::

 

Na quinta-feira, fui avisada pelo meu “feeling” (as pessoas costumam chamar de pressentimento) que eu iria ficar doente. Então fui à farmácia e comprei um monte de remédios para gripe, chás e pastilhas. Minha irmã viu aquela parafernália toda e achou estranho. Na sexta, acordei com a garganta queimando, mas mesmo assim, fui trabalhar. Não pude voltar com o meu amigo e como não consigo encarar o metrô sozinha porque tenho medo de ter uma crise e não ter ninguém para me amparar, voltei de busão. Estava chovendo – e eu sem guarda-chuva – tomei chuva de montão na fila – até que uma alma caridosa me ofereceu um pedacinho de sua sombrinha para mim. Conclusão, sábado e domingo mal saí da cama, fiquei muito mal (eu ainda estou!). Tinha até planejado fazer algumas coisas, mas necas. Não fui pra facul, na verdade, acho que perdi o pique de estudar, sei lá...o desânimo tá grande, a vontade de ficar na cama, a indiferença e a falta de vontade de lutar contra essa vontade de nada que me domina...

 

 

:: Flashback::

 

A partir de hoje vou colocar algumas fotos que me trazem lembranças – não importa se são boas ou ruins – fotos que de alguma forma me fizeram refletir e transformar.

Eis a primeira

 

Essa foto foi feita no meu aniversário de 25 anos. A minha irmã fez o bolo da Mafalda e uma decoração linda. As minhas amigas estavam comigo, ganhei muitas coisas legais. Principalmente uma orquídea do my sweetie, foi neste aniversário em que eu comprei a minha primeira câmera digital (tão boa que uso até hoje!) estava menos deprimida e foi o último que passei com a minha mãe...se tivesse o poder de congelar este aniversário, eu o faria.